Apresentação do Curso Talha em Madeira

 

Curso Talha em Madeira - Museu do Móvel de Paços de Ferreira

 

No âmbito do Projecto Europeu A.R.T. – Ancient Renovation Techniques, cujo principal objectivo é manter e recuperar tradições e ofícios antigos, típicos da nossa tradição e identidade, a Profisousa – Associação de Ensino Profissional do Vale do Sousa está a desenvolver um curso de formação em artes e ofícios – Talha em Madeira.
O curso desenrola-se nas instalações do Museu do Móvel, desde o dia 12 de Março, onde foram instaladas bancadas de trabalho para que os formandos possam desenvolver o seu trabalho. Neste curso pretende-se enfatizar a utilização de técnicas antigas da talha, adicionando técnicas modernas, para a realização de produtos inovadores. Em simultâneo, realizar-se-ão workshops suporte ao curso, com temáticas variadas, que potenciem o enriquecimento do trabalho dos entalhadores.
Dos doze formandos inscritos, oito encontram-se desempregados, pelo que este curso visa, igualmente, potenciar a integração dos mesmos no mercado de trabalho, num conceito de nicho de mercado da arte em madeira, particularmente o que valoriza o luxo e a elevadíssima incorporação de mão de obra.
O projecto conta a colaboração da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, da Associação Empresarial de Paços de Ferreira, da PFR Invest e do Instituto Politécnico do Porto através da Escola Superior de Estudos Industriais e Gestão.

 

Visualize aqui as reportagens realizadas pelos media nacionais:

http://www.youtube.com/user/profisousa?feature=results_main


  • dsc_1225
  • dsc_1252
  • dsc_1276
  • dsc_1282
  • dscf4059
  • dscf4072
  • dscf4073
  • dscf4074
  • dscf4075
  • dscf4077
  • dscf4082
  • dscf4084

                                                                                          

Workshop Importância do design para a inovação da talha

 

O primeiro Workshop, integrado no Curso Talha em Madeira, teve como tema a Importância do design para a inovação da talha. Neste dia, contamos com a presença de Telmo Carvalho e Steven Sarson da ESEIG - Escola Superior de Estudos Industriais e Gestão, que deram a conhecer o trabalho de alguns designers em várias áreas, mas sobretudo na área da madeira e mobiliário. De acordo com os oradores, é importante juntar vários elementos de design, configurados de várias maneiras, com o objectivo de criar diferentes produtos. Hoje em dia há espaço para todo o tipo de design, mas sempre de acordo com um determinado tipo de mercado e é cada vez mais enfatizada a originalidade das peças. Ainda segundo os oradores, a talha dos tempos de hoje tem de ser inovadora, misturando e combinando características tradicionais e modernas. No final, formandos e oradores conversaram sobre esta temática, numa lógica de partilha de experiências entre executantes e designers, chegando à conclusão que as Universidades devem ter em linha de conta as especificidades da arte da talha em madeira.

 

Com o apoio de:



  

Workshop História da talha no concelho de Paços de Ferreira

 

Uma vez que nos encontramos na Capital do Móvel e num concelho onde a talha tem uma grande importância histórica, o segundo Workshop dirigido aos formandos do Curso Talha em Madeira tratou o tema da História da talha no concelho de Paços de Ferreira. Para falar sobre esta temática convidamos o Dr. Joaquim Mário Leal, director do Museu do Móvel, que explicou que a talha começou primeiramente na escultura da pedra no nosso concelho, visto que Paços de Ferreira foi, durante muito tempo, um concelho onde imperava a agricultura. Com o desenvolvimento da indústria do mobiliário, os entalhadores começaram a esculpir os mesmos motivos que se viam na pedra, mas, desta feita, na madeira. Aliás, Paços de Ferreira é também um concelho com muita talha relacionada com a arte sacra, sendo o ex-libris, a Igreja Matriz de Raimonda, que data do séc.XVIII.
Para que os formandos ficassem com uma noção real do trabalho actual de um entalhador, convidamos o Sr. Júlio Leal, que trabalha neste ofício há cerca de 25 anos, a fim de passar o seu testemunho, na primeira pessoa. O Sr. Júlio estabeleceu-se por conta própria em 1990 e falou precisamente sobre a sua experiência pessoal ao longo destes anos, referindo que nem sempre é fácil manter a arte da talha, mas com esforço e dedicação foi conseguindo. Hoje em dia, surgiu um novo tipo de trabalho para este entalhador e que muito o entusiasma: o mobiliário de autor, peças de alta gama destinadas a segmentos de mercado superiores.

Tertúlia com o Escultor José Carlos

 

No dia 11 de Abril, os formandos do Curso Talha em Madeira receberam a visita do Escultor pacense José Carlos para uma Tertúlia. Este falou sobre a sua experiência enquanto entalhador, uma vez que tanto trabalha a madeira, como a pedra. José Carlos já realizou um vasto número de esculturas e dedica-se, também, à conservação e restauro de arte sacra.   O escultor falou sobre a importância dos entalhadores exporem as suas obras, participarem em exposições e, até, de trabalharem em conjunto, para que a arte da talha não desapareça e seja valorizada enquanto uma arte única. Ao mesmo tempo, e de acordo com José Carlos, é muito importante o entalhador observar o que o rodeia e enriquecer os seus conhecimentos através do estudo e da pesquisa.